Inspirada pela Iniciativa do Cinturão e Rota, Tailândia prioriza estradas e ferrovias, diz oficial

2017-05-18 10:13:48丨portuguese.xinhuanet.com
Bangkok, 17 mai (Xinhua) -- A Tailândia deve dar mais importância às estradas e às ferrovias para fazer parte da grande mudança na história humana sob a Iniciativa do Cinturão e Rota, disse terça-feira o ministro tailandês dos Transportes, Arkhom Termpittayapaisith. "No âmbito da Iniciativa do Cinturão e Rota, se damos mais importância à estrada e ao transporte ferroviário, seremos parte de uma grande mudança na história da humanidade", disse Arkhom em uma conferência de imprensa. O ministro notou que a Tailândia fará isso pois o país está situado no centro da ASEAN e compartilha milhares de quilômetros de fronteira com seus países vizinhos. Durante a conferência de imprensa, Arkhom, que acabou de voltar de Beijing depois de participar do Fórum da Iniciativa do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, resumiu o que ouviu e disse durante o fórum. Ele agradeceu à China por apresentar a visionária Iniciativa do Cinturão e Rota, que promove a cooperação, o desenvolvimento da infraestrutura entre os países ao longo do Cinturão e Rota, e defende o desenvolvimento verde. Para o projeto ferroviário Tailândia-China, Arkhom reiterou que a Tailândia vai apoiar a construção da linha ferroviária que liga Kunming e Bangkok, dizendo que a "Tailândia será responsável pela construção da ferrovia de Bangkok para Nong Khai na fronteira tailandesa com o Laos". Ele ressaltou que o projeto ferroviário de Bangkok para Nong Khai é de grande importância, pois conecta a Tailândia com Laos e a China, e também com a Malásia e Cingapura no futuro. Em paralelo, uma parceria público-privada para um projeto de trem de alta velocidade de Bangkok para Rayong também está ligada ao projeto ferroviário para conectar o Corredor Econômico da Tailândia Oriental (EEC), um centro de produção planejada e centro de transporte da Península da Indochina, com a China. "Uma vez que a ferrovia se estenda à CEE, ela nos ajudará no desenvolvimento de indústrias direcionadas", disse o ministro.
Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo: Telefone: 0086-10-8805-0795 Email: portuguese@xinhuanet.com
010020071380000000000000011100001362941921
亿万先生