Iniciativa do Cinturão e Rota beneficiará mutuamente a China e o Chipre, diz embaixador

2017-05-19 20:26:06丨portuguese.xinhuanet.com
Nicósia, 18 mai (Xinhua) -- A Iniciativa do Cinturão e Rota pode beneficiar mutuamente a China e o Chipre, disse o embaixador chinês no Chipre, Huang Xingyuan, na quinta-feira. "A iniciativa tem a ver com a ligação da China à Europa e o Chipre está num ponto estratégico entre a Ásia, a Europa e a África, e pode desempenhar um papel importante na promoção desta iniciativa, uma vez que tem um setor marítimo desenvolvido e um setor de serviços relevante”. "Este é apenas um exemplo de como a Iniciativa do Cinturão e Rota pode trazer benefícios para os países envolvidos," acrescentou. Huang falou em uma conferência de imprensa com a participação dos principais meios de comunicação cipriotas, durante a qual apresentou os resultados do Fórum para a Cooperação Internacional da Iniciativa do Cinturão e Rota em Beijing e também falou extensivamente sobre as relações China-Chipre em todos os setores. A Iniciativa do Cinturão e Rota foi proposta pelo presidente chinês Xi Jinping em 2013 com o objetivo de construir redes de comércio e infraestrutura que liguem a Ásia com a Europa e a África ao longo das antigas da Rota da Seda. Compreende o cinturão econômico da Rota da Seda e a estrada da seda marítima do século 21. Ele disse que os dois países podem ser um exemplo para outros países que desenvolveram excelentes relações nos setores comercial, político e cultural, apesar de terem diferentes origens ideológicas e culturais. Respondendo a uma pergunta sobre as relações comerciais, Huang disse que o comércio entre ambos os países é de cerca de 600 milhões de dólares, observando que este não é um ponto desejado. "Há margem para melhorias e meu objetivo é trabalhar para dobrar as trocas comerciais até o final do meu mandato no Chipre," disse ele. Acrescentou que Chipre tem muitos produtos que podem ser exportados para a China, fazendo menção especial ao seu vinho que é conhecido mundialmente, e um queijo branco local conhecido como "halloumi", que o Chipre promove como produto com denominação de origem protegida na União Europeia. "E é claro que há muitas oportunidades de investimento para os empresários chineses e também para o turismo," disse o embaixador. Ele ainda disse que a China pode fornecer sistemas avançados para a produção de energia renovável que aumentaria o volume de comércio. Ele mencionou painéis solares, pedindo ao Chipre ajuda dentro da União Europeia para resolver os problemas existentes. Huang disse que o povo chinês ama o Chipre, sua cultura, até mesmo o fato de que é um lugar para soltar pipa, mas ele admitiu que as exigências de visto são um impedimento para os chineses ao Chipre. Ele acrescentou que as embaixadas dos dois países estão trabalhando duro em maneiras de minimizar este problema. Ele disse ainda que ter voos diretos entre a China e Chipre seria um desenvolvimento desejável, mas isso requer passageiros suficientes para preencher os aviões e também resolver a questão dos vistos. Huang também falou sobre os contatos diretos entre os povos como parte importante da Iniciativa do Cinturão e Rota e anunciou uma série de eventos culturais chamados de “Coração para Coração”, que ajudarão a reunir chineses e cipriotas. Estes incluem o primeiro festival de cinema chinês, um seminário com a participação de políticos, acadêmicos e empresários, um festival de comida chinesa e uma noite cultural chinesa. O embaixador também disse que as relações políticas entre a China e o Chipre são excelentes. "A China e o Chipre são confrontados com a sua integridade territorial e isso aproximou os dois países," disse ele, acrescentando que os dois países compartilham o mesmo entendimento sobre a necessidade de soluções pacíficas. Ele falou sobre as dificuldades nos atuais esforços para resolver o antigo problema do Chipre que acabaria com a divisão da ilha, e citou um provérbio chinês dizendo que "há sempre dificuldades antes de um final feliz". Huang disse estar confiante de que o povo do Chipre é prudente o suficiente e seus líderes são impulsionados pela vontade política para superar as dificuldades presentes e encontrar uma solução através das resoluções das Nações Unidas. O embaixador acrescentou que, como membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, a China desempenhará um papel positivo para ajudar a encontrar uma solução e apoiará os esforços de reconstrução após a reunificação do Chipre.
Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo: Telefone: 0086-10-8805-0795 Email: portuguese@xinhuanet.com
010020071380000000000000011100001362990351
亿万先生