Governo de Berlim é acusado de esconder erros no ataque realizado durante o Natal

2017-05-19 20:41:22丨portuguese.xinhuanet.com
Berlim, 18 mai (Xinhua) -- O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maiziere, disse nesta quinta-feira estar chocado ao receber alegações de que o governo do estado de Berlim tentou encobrir sua má conduta depois do ataque terrorista no mercado de Natal de Berlim no ano passado. De Maiziere disse que a alegação é "inédita" e esperava de todos os envolvidos uma "explicação completa e transparente," disse a Deutsche Welle citando suas palavras. O ministro do Interior do estado de Berlim, Andreas Geisel, revelou anteriormente que o escritório de investigação criminal de Berlim (LKA) poderia ter impedido o ato terrorista no mercado de Natal de Berlim, que matou 12 pessoas e feriu mais de 50 pessoas. Geisel disse que a LKA tinha provas suficientes para prender o terrorista, Anis Amri, por acusações de tráfico de drogas, semanas antes de ele dirigir seu caminhão e atropelar a multidão no mercado. Depois de cometer o terrível ataque, Amri fugiu para a Itália e morreu lá em um confronto com a polícia local. LKA tinha grampeado o telefone de Amri em junho de 2016, então eles tiveram a chance de prendê-lo, disse Geisel. Esses detalhes, entretanto, não foram divulgados ao público antes e havia razões para suspeitar de uma cobertura extensa relacionada a Amri, disse Geisel. De Maiziere disse na quinta-feira que tem "todo o respeito pela decisão de tornar o assunto público".
Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo: Telefone: 0086-10-8805-0795 Email: portuguese@xinhuanet.com
010020071380000000000000011100001362990541
亿万先生